AUTOCONCEITO DOS ALUNOS COM DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM E PROBLEMAS DE COMPORTAMENTO

Tendo em conta a importância das experiências de vida e a influência dos pares na percepção de competência em diversas áreas do desempenho, procurou perceber-se até que ponto as crianças com dificuldades de aprendizagem e de comportamento possuem uma percepção realista de si em várias áreas do autoconceito. Tomou-se uma amostra de alunos do 5º ano de escolaridade de meio rural, e analisaram-se as correlações entre as medidas do autoconceito e os indicadores do rendimento académico, desempenho cognitivo e aceitação pelos pares. Se a literatura na área faria supor uma relação estatisticamente significativa entre as variáveis em presença, estando o desempenho escolar geralmente associado à percepção global de competência do aluno, este efeito não parece ocorrer na actual amostra. Contudo, encontraram-se valores médios e levados nas várias dimensões do autoconceito consideradas, sobretudo nas da "aparência física" e do "ajustamento social das condutas".


Login