ATITUDES PRÉ-XENÓFOBAS EM ADOLESCENTES

O racismo e a xenofobia são fenómenos duma espessura histórica e duma complexidade consideráveis. Em Portugal, têm ocorrido discursos e comportamentos que evidenciam a intolerância e a exclusão relativamente a grupos minoritários, como os ciganos e os imigrantes. Este trabalho tem um carácter exploratório, visando uma amostra de adolescentes do Ensino Básico, que atravessam uma fase de construção identitária, na qual as atitudes ainda não estão cristalizadas, sendo por conseguinte possível e oportuno, operar preventivamente através duma educação intercultural, em relação às atitudes e comportamentos racistas e xenófabos que eventualmente se estejam a configurar. Aplicou-se um questionário com vista à recolha de informação sobre o modo como os adolescentes percepcionam e interagem com a imigração, bem como com os colegas pertencentes às minorias étnicas. O estudo revela que a maioria dos jovens está preocupada com o futuro, e que estabelecem a ligação dos fenómenos racismo e xenofobia, com circunstâncias de exclusão, violência e intolerância, sobretudo ligadas à cor da pele. Apenas 4% da amostra declara ser racista, denotando a grande maioria sentimentos e comportamentos de aproximação e de tolerância para com os colegas das minorias étnicas. Por fim, o estudo revelou uma vontade generalizada de combater o racismo.


Login