PRÉ, INTER E PÓS-AGIR :PERSPECTIVAS SOBRE PLANIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO EM PEDAGOGIA

Em torno da planificação e da avaliação do processo de ensino-aprendizagem têm, ao longo do tempo, sido estruturadas diversas perspectivas teóricas que se reflectem nos modos como os professores percepcionam e estruturam a actividade docente. De entre essas perspectivas destacamos as que vulgarmente são conhecidas como tradicional, behaviorista ou de processo-produto e cognitivista. Com base em investigações acerca dos pensamento e das decisão dos docentes antes, durante e depois da interacção, em contexto de sala de aula, tem sido sublinhada a maior pertinência desta última para compreender e organizar o referido processo. As mesmas investigações procuram, ainda, esclarecer aspectos particulares da planificação e da avaliação, como sejam, por exemplo, as estratégias cognitivas a que os professores recorrem para desempenhar estas tarefas; as diferenças no desenvolvimento destas tarefas em função do estilo docente e do tempo de experiência.


Login