Page 4 - PEC2021N2
P. 4

Instituto Superior Politécnico Gaya                                                     Psicologia, Educação e Cultura
                  www.ispgaya.pt                                                                                       pec.ispgaya.pt


                                                        EDITORIAL


                        Em setembro de 2021 damos continuidade ao 25º ano de edição da Revista de Psicologia
                  Educação  e  Cultura,  reunindo  neste  2º  número  deste  ano  um  conjunto  de  artigos,  todos  eles

                  provenientes  do  Brasil,  comprovando-se  a  solidificação  da  nossa  revista  no  enquanto  lugar  de
                  publicação científica dos investigadores dos países da lusofonia.


                        O  primeiro  artigo  intitula-se  «Afetividade  e  educação:  acolhimento  e  cuidado  como
                  estratégia pedagógica». Este artigo apresenta uma reflexão sobre a desigualdade social histórica

                  do Brasil e seu impacto nos processos de ensino e aprendizagem para crianças e adolescentes.
                  Apresenta os resultados das estratégias pedagógicas de cuidado e atenção elaboradas para acolher

                  as manifestações afetivas dos alunos que participam de um projeto social de educação através do
                  desporto. Realiza-se uma leitura teórica desses resultados a partir dos pressupostos da Gestalt-

                  Terapia sobre a dimensão da humanidade na relação entre aluno e educador, refletindo sobre a
                  necessidade de garantia de espaços de escuta acolhedores para sentimentos e sofrimentos dos

                  estudantes.

                        O  segundo  artigo,  intitulado  «Concepções  de  juventudes  nos  estudos  de  carreira:

                  contribuições para a psicologia», objetiva mapear e discutir concepções de juventude nos estudos
                  de carreira a partir de um estudo do estado da arte. A análise de conteúdo de 30 artigos possibilitou

                  identificar duas categorias: o que os discursos de carreira dizem sobre os jovens; e juventude e
                  carreira: articulações possíveis para a psicologia. A perspectiva crítica adotada pode contribuir para

                  o debate sobre juventudes e carreira ao mudar o foco da relação, do trabalho ao protagonismo
                  juvenil, considerando as juventudes um processo de trajetórias de vida, e a carreira um processo

                  que une vários aspectos da vida do jovem.

                        O terceiro título apresentado é «Concepções de idosos avôs e avós de pessoas homossexuais
                  sobre a velhice lgbt+: suas representações sociais», e tem por objetivo apreender as representações

                  sociais da velhice LGBT+ entre idosos avôs e avós de pessoas homossexuais. Foram utilizados um

                  questionário  sociodemográfico  e  uma  entrevista  semiestruturada,  posteriormente  transcritas  e
                  analisadas a partir do método de análise de conteúdo de Bardin. As análises resultaram em quatro
                  categorias, que convergem acerca de aspectos psicossociais considerados condicionantes para um

                  envelhecimento  seguro  como  família,  condições  socioeconômicas  e  relações  interpessoais.

                  Destacou-se igualmente o pouco conhecimento sobre o envelhecer e velhice de pessoas LGBT+.
                  Espera-se que este artigo possa subsidiar estudos futuros e políticas de maior visibilidade da velhice

                  de pessoas idosas LGBT+.





                  Psicologia, Educação e Cultura       .   Vol. XXV, Nº  2     .    Setembro de 2021     4
   1   2   3   4   5   6   7   8   9